Storytelling – O que é e como utilizá-lo em marketing digital

Receba minhas atualizações em seu email




Possivelmente você já ouviu falar de Storytelling em algum lugar. Esse termo inglês é a junção dos termos “Story” (história) e “Telling” (contar). De forma bem básica, seria o processo de contar uma história ou várias histórias. Quando enquadramos o Storytelling no marketing, principalmente no marketing digital, estamos falando sobre contar histórias de uma forma apelativa, utilizando os diversos recursos que temos disponíveis na internet, nomeadamente texto, imagem, vídeo e som, como forma de divulgação de uma marca.

Quando uma marca ou um profissional fazem uso do Storytelling para contar sua história de uma forma impactante e relevante para os seus clientes ou potenciais clientes, a ligação criada entre os clientes e a marca é mais profunda e emocional, pela simples razão de que eles se identificam com exatamente os mesmos valores. Isso significa que quando o seu cliente cria uma conexão mais emocional com a sua marca, por meio da história que ela conta, você ganha uma vantagem competitiva muito grande sobre os seus concorrentes, estabelecendo uma maior proximidade com os valores e emoções do seu cliente.

O Storytelling é uma ferramenta amplamente utilizada nas áreas do marketing, marketing digital, publicidade e propaganda desde há muitos anos. Histórias inspiram e criam relacionamentos mais próximos e coesos. Ao utilizar uma estratégia de Storytelling em sua marca, seja ela uma marca pessoal ou profissional, você estabelece uma conexão muito mais forte com o seu cliente e também com o seu potencial cliente, levando toda a sua estratégia comercial a um nível totalmente superior. No exato momento em que isso acontece, a sua marca vende, sem vender.

Se pensarmos que todos nós gostamos de ouvir uma boa história e nos deixar inspirar, facilmente entendemos que histórias de superação, sucesso, felicidade, amor, etc., normalmente geram um impacto muito positivo em nós, pela simples razão de que ou nos identificamos, ou desejamos passar pela mesma experiência. Trabalhar a divulgação da sua marca através do Storytelling é uma forma de contar histórias que são mais relevantes para o seu público e que colocam a sua marca num outro contexto, gerando uma maior relevância por meio de uma correlação e identificação com outros fatores que tornam essa mesma marca mais impactante e humana.

Um excelente exemplo de um bom Storytelling são as campanhas da Coca-Cola. A Coca-Cola não vende o refrigerante, vende a felicidade. A marca comunica a felicidade como sendo algo inerente à abertura de uma garrafa ou lata de Coca-Cola, o que torna a marca mais relevante e humana para o público. Isso faz com as vendas aumentem, sem existir a necessidade de pedir aos clientes para comprarem o refrigerante.

Coca-Cola - Abrir a Felicidade

Storytelling e a importância de nos sentirmos parte de algo

Uma das coisas mais interessantes na análise do comportamento humano em marketing digital é entender que todas as pessoas desejam ser parte de alguma coisa, seja isso um grupo, uma tribo, um clube exclusivo, etc. Todos nós, impreterivelmente, buscamos a possibilidade de fazermos parte de um grupo. Isso é algo que faz parte da condição humana. Da mesma forma que na escola não desejamos ser excluídos de um grupo, na vida profissional acontece o mesmo.

As marcas e os profissionais têm a capacidade de criar conexões, grupos e tribos com os seus clientes, fazendo-os sentirem-se parte da marca, estabelecendo uma conexão muito mais profunda com os valores da marca e as histórias que ela conta. Quanto mais inspiradora for a história contada pela marca ou pelo profissional, maior é a conexão emocional estabelecida com o seu público.

Se pensarmos que nos dias de hoje, os consumidores não compram produtos, compram experiências, então o Storytelling ganha uma importância ainda maior. As experiências que as marcas criam, determinam as decisões de compra dos seus clientes. Quando a Coca-Cola vende felicidade, ela não vende o seu produto. Ela vende uma experiência que conecta o seu consumidor com uma emoção e não simplesmente com o consumo de um refrigerante.

Storytelling é sobre conteúdo mas…

Embora seja possível contar uma história por meio de um conteúdo de texto, nos dias de hoje o Storytelling é algo que é obrigatório ser utilizado em todos os contextos do marketing digital. Isso significa que a comunicação da marca tem de ser transversal a todos os canais, incluíndo redes sociais, vídeo, imagem e texto. Na realidade, os consumidores de hoje procuram ter acesso a mais conteúdos sociais e visuais, do que propriamente conteúdos de texto.

Storytelling - Tipos de conteúdos mais desejados pelos consumidores

Neste estudo da Hubspot, por exemplo, percebemos que os tipos de conteúdos que os clientes mais gostam de visualizar são publicações nas mídias sociais, notícias e vídeos. Para quem trabalha com marketing digital, perceber a importância desses canais de comunicação e adaptar as suas histórias aos diferentes meios, pode realmente fazer uma diferença muito grande nos resultados de vendas.

Você deve trabalhar todos os seus conteúdos de uma forma visualmente impactante. Isso significa trabalhar todas as suas imagens, vídeos e conteúdos de texto, para que estes sejam mais ricos e visualmente mais apelativos. O vídeo, por exemplo, tende a ser uma ferramenta extraordinária de criação de autoridade e acima de tudo, ajuda a estabelecer uma conexão mais forte entre a marca e os seus consumidores.

Essa campanha da marca de relógios MVMT, por exemplo, é um excelente exemplo de como contar uma história por meio de vídeo, estabelecendo uma conexão totalmente relevante com o seu público. A tagline “Work Hard, Travel Harder” é absolutamente fantástica e conecta a marca com o desejo de viajar e conhecer o mundo, estabelecendo essa ligação com o seu público-alvo de uma forma tremendamente visual e apelativa.

Quando a marca sabe a importância de se comunicar de forma diferenciada em todos os canais, ela conta diferentes histórias ou diferentes versões da mesma história em cada um desses meios. Isso seria um bom exemplo de transmídia com Storytelling, em que a empresa adapta a sua comunicação a cada um dos canais, mantendo a coerência de comunicação e a mensagem global da marca.

Neste segundo exemplo, a marca pediu aos seus clientes para enviarem vídeos de como eles vivem e curtem a sua vida, criando uma coletânea fantástica que conecta totalmente a marca com os seus consumidores, fazendo com que eles se sintam parte dessa experiência. Assistindo um vídeo desses é impossível não sentir desejo de conhecer a marca e/ou comprar um relógio e fazer parte dessa tribo, certo?

Storytelling é a arte de contar boas histórias

Por meio do Storytelling é possível contar todo o tipo de histórias para o seu público. Seja numa página com a sua história profissional, num texto sobre como criar um blog de sucesso, seja num vídeo, seja num simples infográfico ou numa imagem que você compartilha nas mídias sociais, você pode aplicar os conceitos do Storytelling a tudo aquilo que você comunica com o seu público-alvo. O desafio é sempre o mesmo: criar uma história que seja impactante para o seu público.

Partindo do princípio que comunicar algo nos dias de hoje é um desafio tremendo, especialmente com a quantidade de informação com que somos bombardeados diariamente, saber utilizar a arte de contar histórias pode realmente fazer a diferença pelo seu negócio, seja ele digital ou não, atraindo a atenção do seu público para algo que possivelmente passaria despercebido no meio de tanto conteúdo e informação que é compartilhada diariamente em todos os canais digitais.

Seja na sua empresa, no seu pequeno negócio ou no seu negócio digital, sempre que você utiliza estratégias de inbound marketing e marketing de conteúdo, você precisa aplicar os princípios do Storytelling para tornar a sua mensagem mais apelativa e captar mais facilmente a atenção do seu público. Isso irá ajudar você e o seu negócio a melhorar o engajamento com os seus clientes, a trabalhar a autoridade e credibilidade da sua marca, ajudará também no lançamento de novos produtos ou serviços, e tornará a sua mensagem mais clara, objetiva, coesa e impactante para os seus clientes.

Storytelling aplicado ao Marketing Digital

A arte de contar históriasSe você trabalha com Marketing Digital, aplicar todos os conceitos de Storytelling aos seus processos de comunicação pode realmente fazer a diferença na forma como o seu público e os seus clientes enxergam a sua marca e/ou o seu negócio. Estabelecer conexões mais fortes e emocionais, vai ajudar você a conquistar seus objetivos mais rapidamente, criando uma legião de fãs que se identificam totalmente com o seu propósito.

Para contar histórias relevantes e que realmente tenham impacto junto do seu público-alvo, você precisa criar narrativas do mesmo jeito que as grandes marcas fazem, aplicando os conceitos de Storytelling e transmídia, e adaptando a sua comunicação a cada um dos canais de comunicação, mantendo uma coerência entre a história que você deseja contar. Para que as suas histórias façam sentido e você consiga criar uma linha condutora vencedora, você precisa entender e aplicar os princípios de uma boa história. Veja:

  • Entender o seu público-alvo primeiro – Para que a construção da sua narrativa e consequentemente da sua história faça sentido, você precisa entender primeiro quem é o seu público-alvo. Dependendo do tipo de produto ou serviço que você comercializa ou pretende vir a comercializar, o seu público-alvo poderá ser mudar consideravelmente. Entender os gostos, paixões, necessidades e dores desse público, vai ajudar você a estabelecer mais facilmente os critérios necessários para uma boa história. Ao comunicar diretamente para o seu público-alvo, apelando às suas emoções e desejos, você terá maior facilidade em conquistar a sua atenção.
  • Criar uma personagem ou uma mensagem forte – Não necessariamente a sua história precisa de uma personagem. No caso da Coca-Cola, por exemplo, a mensagem é tudo. Passar a mensagem de que a pessoa estará abrindo a felicidade é muito mais poderoso do que qualquer personagem. Ainda assim, a marca de refrigerantes tem no Papai Noel um dos seus principais personagens, por exemplo. O mais importante sempre é que o personagem inclua todas as características do seu público-alvo, por forma a criar uma conexão e identificação mais forte com o seu público-alvo. Outro bom exemplo seriam as campanhas “Impossible is Nothing” e “All In or Nothing” da Adidas, que trouxeram a superação como a grande mensagem motivacional da marca, utilizando diferentes personagens e ambientes de superação, numa mensagem perfeitamente coerente entre os vários canais.
  • Estabelecer uma narrativa emocional – Sempre que uma história é contada e ela tem um apelo emocional forte, a conexão criada com o público é muito maior. Partindo do princípio de que nós, seres humanos, somos totalmente emocionais, torna-se imprescindível apelar a essa circunstância para captar a atenção do público. Isso fará com que a sua mensagem desperte a emoção do receptor, gerando uma humanização muito maior da marca, o que invariavelmente se traduz numa ligação mais profunda com o público-alvo.
  • Envolva o seu público na história – Tal como naquele exemplo da MVMT que coloquei no início deste artigo, envolver o seu público na criação da narrativa é também uma excelente forma de fazer com esse mesmo público se sinta parte integrante da história da marca. Embora não seja tão fácil de conseguir, é perfeitamente possível através da recolha de testemunhos, carregamentos de vídeos dos clientes, fotografias dos clientes, etc. Tudo aquilo que envolva o cliente com a marca é uma mais-valia no processo de Storytelling da mesma.
  • Seja criativo, interativo e visual – Como falámos no início, hoje em dia é importante trabalhar mais os canais visuais do que propriamente o conteúdo de texto tradicional. Fotografias e vídeos são cada vez mais imprescindíveis na comunicação de qualquer marca, seja ela uma empresa ou um profissional. Quanto mais criativo, interativo e visual o conteúdo for, maiores serão as probabilidades de ele ter impacto junto do público-alvo.
  • Call-to-action forte e impactante – Embora a história da sua marca possa já utilizar uma mensagem forte, é importante que a sua comunicação tenha também um call-to-action forte e impactante no final. Mensagens como “Tudo ou Nada”, “Viaja Mais”, “Produz Mais” ou mesmo “Pensa Diferente” como a Apple costuma utilizar, são uma excelente forma de encerrar uma mensagem e deixar uma ação para o usuário realizar.

Através do Storytelling, você terá a capacidade de comunicar de uma forma mais humana, coesa e impactante a sua marca, criando uma ligação verdadeira entre a marca e os seus clientes. Marcas como a Apple, por exemplo, que são evangelizadas de uma forma tão intensa e profunda pelo seu público, tendem a estar um passo à frente dos seus concorrentes, mesmo nos momentos em que o seu produto não é tão bom quanto o dos seus concorrentes. Isso só é possível de atingir quando a história que é contada tem um peso e relevância realmente muito grande na tomada de decisão de compra dos seus clientes. Para eles, a identificação com a cultura da marca, o seu propósito e a sua história, é muito mais importante do que qualquer outra coisa.

Preparado para contar a sua história?

Embora possa parecer uma coisa bastante simples, o Storytelling é na verdade algo bastante complexo de implementar, pela simples razão de que construir uma narrativa em torno de um produto ou serviço nem sempre é fácil. No entanto, o desafio é precisamente o de humanizar mais as marcas e profissionais, tornando-o mais próximos do seu público-alvo, apelando às suas emoções e estabelecendo conexões mais verdadeiras e próximas. Isso gera uma demanda muito maior pelo produto, mas acima de tudo, cria clientes fidelizados.

Quer aprender mais sobre Storytelling e Marketing de Conteúdo? Conheça meu Curso Intensivo de Marketing Digital, que poderá ajudá-lo a levar o seu negócio ao próximo nível! ;)

Bons Empreendimentos!


Google Plus



Leia também esse artigo:

Sucesso e persistência

Perseverança e persistência: as peças mais importantes do sucesso