Native Ads – O guia completo para afiliados

Receba minhas atualizações em seu email




Quando falamos de divulgação de produtos na internet, são muitas as formas de divulgação existentes. Você pode anunciar no Facebook, no Google AdWords, Pinterest, Snapchat, Twitter, Youtube Ads, entre outras formas de divulgação que podem garantir melhores ou piores resultados consoante as suas estratégias de venda. Uma das formas pelas quais venho ganhando imensa popularidade são as plataformas de Native Ads. Numa tradução direta, poderiam ser chamada de plataforma de anúncios nativos ou native advertising, ou seja, publicidade nativa.

Este formato de publicidade e/ou plataformas de anúncios têm ganho especial destaque ao longo dos últimos anos. Atualmente são uma das principais fontes de tráfego para afiliados que procuram novas formas de rentabilizar as suas campanhas e são uma excelente alternativa a comprar tráfego, que é um processo bastante mais complexo e demorado, mas que produz excelentes resultados também em termos de conversão. Se você navega com frequência na internet, é bem provável que já tenha visualizado anúncios nativos em alguns sites e blogs. O aspecto desse tipo de anúncios é semelhante a este:

Native Ads

Este formato de anúncios é posicionado normalmente no final dos artigos de um site ou blog e apresenta uma mescla de artigos relacionados. Alguns destes conteúdos são de fato artigos/matérias, enquanto que outros apontam para campanhas de publicidade, normalmente gerenciadas por afiliados profissionais que utilizam as plataformas de Native Ads como um meio de rentabilizarem os seus produtos e/ou os programas de afiliados que divulgam.

Estima-se que nos Estados Unidos os anúncios de Native Ads representem neste momento mais de 7 bilhões de dólares de investimento por parte de anunciantes. Embora no Brasil e em Portugal os números não sejam tão expressivos, a realidade é que uma boa parte dos afiliados profissionais do Brasil estão começando a trabalhar com Native Ads de forma intensiva e gerando resultados incrivelmente positivos com essas fontes de tráfego.

O que são Native Ads?

Os anúncios nativos ou Native Ads (como normalmente são conhecidos) são anúncios que utilizam o princípio da contextualização. Ao contrário da publicidade tradicional com banners, os anúncios nativos são extremamente personalizados e contextualizados como parte do conteúdo de um site, gerando um muito maior interesse por parte da audiência daquele site ou blog. Na verdade, os anúncios nativos são visualizados 52% mais que um banner publicitário tradicional.

Normalmente os Native Ads aparecem no final dos artigos, como se fossem artigos relacionados, não criando um impacto visual negativo e não destruindo a experiência do usuário ao consumir conteúdo naquele site ou blog. Isso, obviamente, tem contribuído para que os Native Ads tenham sucesso em termos de conversão, garantindo uma contextualização plena com o conteúdo daquele site ou blog, o que obviamente se traduz em excelentes resultados para quem anuncia. Além de ser um formato de publicidade menos intrusivo ou disruptivo, ele pode inclusivamente gerar um valor acrescentado para o usuário que está navegando e consumindo conteúdo, o que torna a experiência ainda mais rica, gerando um valor acrescentado para o publisher e para o anunciante.

Os anúncios nativos são anúncios que se parecem com o conteúdo do site e isso gera um impacto muito positivo na experiência dos usuários. Como são anúncios que não se parecem com anúncios, o resultado final é extremamente positivo para quem anuncia, mas também para o publisher que está anunciando em seus conteúdos.

Native Ads no Mashable

Este é um exemplo dos anúncios de Native Ads rodando no final dos artigos do blog Mashable.com. Como se pode perceber facilmente, esses artigos relacionados fundem-se na perfeição com o conteúdo do site, o que faz com que a experiência de consumo desses conteúdos por parte dos usuários do Mashable não fique comprometida. Ao mesmo tempo, o fato de esses anúncios se fundirem com o conteúdo do site gera uma taxa de cliques muito maior do que se se tratasse de um banner publicitário tradicional, o que hoje é evitado pela grande maioria das pessoas.

São milhares os sites populares utilizando atualmente o Native Ads como uma forma de rentabilizarem os seus conteúdos, o que deixa em aberto uma janela de oportunidade para afiliados que pretendem rentabilizar eficazmente os seus produtos, anunciando em sites que de outra forma seriam inacessíveis ou financeiramente incomportáveis.

Native Ads no MSN

Neste exemplo da imagem acima, podemos ver os Native Ads rodando no site do MSN Brasil, com conteúdos relacionados em português e anúncios em português também. O princípio é exatamente o mesmo, de modo que é facilmente perceptível que é possível usar os Native Ads para anunciar em qualquer idioma e para qualquer país.

Por que usar Native Ads?

As plataformas de Native Ads são uma excelente forma de geração de tráfego qualificado para os seus conteúdos, mas, principalmente, para os seus produtos. Quer você tenha produtos próprios ou esteja trabalhando como afiliado na divulgação dos produtos de outras pessoas ou empresas, recomendo que você experimente uma plataforma de Native Ads. Ao contrário de outras plataformas de anúncios como o Facebook, Google AdWords, LinkedIn, YouTube, etc, as plataformas de Native Ads têm regras bastante liberais relativamente ao tipo de produtos que você pode anunciar nelas, o que significa que se você trabalha em nichos de mercado mais específicos, como suplementos, saúde, jogo, etc, você pode aproveitar estas plataformas para colocar seus anúncios para rodar.

Portanto, além de estarmos falando de um formato de publicidade totalmente inovador para a grande maioria dos profissionais de marketing, estamos acima de tudo falando de uma fonte de tráfego que poderá funcionar muito bem para quem trabalha em nichos de mercado que são difíceis de publicitar nos canais tradicionais. Se a isso juntarmos o fato de que os Native Ads são extremamente contextualizados, recebem uma taxa de cliques superior aos banners convencionais e que o custo por clique é extremamente baixo, então o resultado final é algo bastante interessante em termos de custo x receita.

Vantagens e desvantagens dos Native Ads

Tal como em qualquer outra plataforma de anúncios ou fonte de tráfego, existem vantagens e desvantagens para quem utiliza os Native Ads. Este tipo de anúncio não é indicado para todos os fins; e entender se a sua estratégia se enquadra neste tipo de plataforma de anúncios é fundamental para gerar um resultado o mais positivo possível. Especialmente em relação à oferta, você precisa compreender que nem todos os produtos geram bons resultados junto ao público-alvo do tráfego de Native Ads. Portanto, adaptar-se à oferta ou ao meio poderá ser fundamental para o sucesso das suas campanhas.

Vantagens de anunciar em Native Ads

Para quem faz publicidade na internet e/ou gosta de comprar tráfego fora dos meios habituais – especialmente Facebook e Google AdWords – as plataformas de Native Ads são uma oportunidade incrível de gerar valor e acima de tudo conversão.

1. Aprovação rápida das campanhas

Uma das principais vantagens das plataformas de Native Ads é a rapidez com que as campanhas são aprovadas e começam a rodar. Além disso, na grande maioria das plataformas você terá direito a um Gestor de Conta, que poderá ajudá-lo via e-mail ou Skype, esclarecendo suas dúvidas e dando uma força para que suas campanhas comecem a rodar mais rapidamente caso estejam pendentes de aprovação.

2. Campanhas em nichos de mercado “proibidos”

Quem trabalha em nichos de mercado como suplementos, saúde, jogo, relacionamentos, conteúdo adulto, etc, tende a ter grandes dificuldades para comprar tráfego e/ou anunciar em plataformas como o Facebook e Google AdWords. É bem provável que se você anunciar em algumas dessas áreas, numa dessas plataformas, você seja banido e sua conta de anúncios seja bloqueada em poucos minutos. Isso acontece porque tanto as políticas de anúncios do Facebook quanto do Google, proíbem a publicidade a produtos/conteúdos desses nichos de mercado. No entanto, existem muitas plataformas de Native Ads que aceitam esse tipo de anúncios. Nesse caso, você poderá explorar facilmente essa oportunidade se quiser.

3. Controle absoluto sobre custos e conversões

Ao contrário do que se possa pensar, as plataformas de Native Ads oferecem aos seus publishers e advertisers total controle de custos e conversões. É possível você definir budgets para cada campanha, integrar pixel de conversão para mensuração de conversões, licitar manualmente o valor por clique nas campanhas, etc. Tudo é possível de ser customizado e controlado, garantindo que as suas campanhas apresentem a performance esperada.

4. Configuração simples e intuitiva

Embora a grande maioria das plataformas de Native Ads não ofereça a tradução em português, o nível de configuração e utilização das mesmas é extremamente intuitivo. Em poucos minutos você coloca uma campanha funcionando, realiza testes A/B de conversão e otimiza a performance da campanha em poucos minutos. A utilização de uma plataforma de anúncios nativa é extremamente simples, mesmo com o painel de configuração em inglês, o que faz com que você consiga iniciar sua jornada como anunciante já hoje.

5. Publicidade self-service

A grande maioria das plataformas de Native Ads é totalmente self-service, ou seja, você se cadastra, ativa a sua conta, adiciona um meio de pagamento, cria uma campanha e começa rodando os seus anúncios. Em menos de 1 hora você consegue criar a conta e colocar a sua primeira campanha a rodar, sem a necessidade de falar com alguém. Tudo é self-service, ou seja, você mesmo faz e coloca para rodar no mesmo minuto, tal como acontece com o Facebook e Google AdWords. Se juntarmos a isso o fato de que você tem um gestor de conta, então os Native Ads são de fato uma oportunidade fantástica para afiliados.

6. Campanhas escaláveis

Outra das vantagens das plataformas de Native Ads é a possibilidade de escalar largamente o volume de impressões e cliques das campanhas. Em mercados como o Brasil, Estados Unidos, India, etc., o volume de impressões e cliques é tão grande que seriam necessárias algumas centenas de milhares de dólares de investimento para conseguir absorver todo o volume das plataformas. Isto significa que se você encontrar uma boa oferta e que converte bem junto de um determinado segmento de tráfego, você conseguirá escalar essa campanha com imensa facilidade. Impressões, cliques e volume de tráfego não é um problema em Native Ads.

Native Ads Formatos

Desvantagens de anunciar em Native Ads

Tal como em outras plataformas de anúncios, também existem desvantagens ao anunciar em Native Ads, especialmente em relação ao tipo de produtos e/ou ofertas que são comercializados ou anunciados nesse tipo de tráfego/meio. A grande maioria dos afiliados que trabalha com Native Ads faz centenas de testes até chegar num resultado com ROI positivo, ou então tendem a promover produtos com um ticket mais alto, que lhes proporcionem uma comissão igualmente mais alta, garantindo dessa forma que suas campanhas sejam lucrativas.

1. Segmentação mais abrangente para os anúncios

Uma das principais dificuldades de quem anuncia em Native Ads é a segmentação de público. Ao contrário do Facebook, que utiliza os interesses, e do Google AdWords, que utiliza as palavras-chave de pesquisa, em Native Ads a segmentação é feita pelo nicho de mercado dos sites e blogs onde a publicidade é apresentada, ou seja, você precisa segmentar seus anúncios por sites de esportes, sites de saúde e beleza, etc, não existindo uma segmentação direta do público-alvo, mas sim do tipo de conteúdo que esse publisher produz.

2. Carregamento pré-pago e budget diário mínimo

Ao contrário do Facebook, em Native Ads você tem de carregar sua conta de anúncios com dinheiro antecipadamente, ou seja, você deverá fazer um depósito com seu cartão de crédito, e depois suas campanhas irão descontar esse dinheiro do seu saldo de conta. Algumas plataformas exigem um depósito mínimo de $1.000 dólares,  enquanto outras não têm mínimo sequer. Além disso, algumas plataformas de Native Ads são bastante exigentes com relação ao valor mínimo diário que você pode gastar. Algumas delas só deixam rodar campanhas com um budget mínimo de $100 dólares por dia, o que poderá ser um problema para quem está começando ou tem pouco dinheiro disponível para investir.

3. Fontes de tráfego desconhecidas

Ao contrário de outros meios de publicidade onde você consegue saber com exatidão de onde está vindo o tráfego que você está comprando, em plataformas de Native Ads isso não acontece. Todo o tráfego gerado em Native Ads é mascarado de forma que você não saiba a origem desse tráfego. Isso acontece porque as plataformas pretendem proteger-se dos anunciantes, uma vez que se eles soubessem a origem do tráfego, poderia fechar negócio diretamente com o publisher.

4. Competição e valores por clique altos

Com a popularidade das plataformas de Native Ads crescendo a um ritmo alucinante, o nível de competição está ficando cada vez mais alto. Isso significa que existem cada vez mais anunciantes nas plataformas e o valor por clique nas campanhas tende a subir consideravelmente. No entanto, é preciso entender que se isso acontece é porque o tráfego de Native Ads é rentável para anunciantes e afiliados e você não vai querer perder esse barco.

5. Comissão alta para um ROI positivo

Como a grande maioria das plataformas de Native Ads estão ficando cada vez mais populares e o valor por clique mais alto, você precisará definir uma estratégia para fechar com ROI positivo as suas campanhas. Muitos afiliados só anunciam produtos de ticket médio ou alto, garantindo uma comissão de pelo menos R$75 por venda, por forma a garantirem que seu ROI é positivo no final da campanha. Se você anunciar produtos de ticket ou comissão muito baixos, é bem provável que sua campanha não seja rentável.

6. Tráfego de baixa qualidade

É muito provável que algumas de suas campanhas rodem em sites/blogs de baixa qualidade e que geram pouco ou nenhum rendimento. Embora você não consiga saber quais sites são, eles irão ser listados na sua plataforma de Native Ads por IDs, permitindo que você bloqueie seus anúncios de aparecer nesses IDs que não produzem conversões. Como as plataformas de Native Ads vivem de tráfego, impressões e cliques, elas tendem a aceitar boa parte dos sites e blogs que existem, mesmo quando seu tráfego não tem qualidade. Para evitar isso, você precisa controlar em detalhes todas as suas campanhas e onde elas são veiculadas.

Tipos de produtos que convertem bem em Native Ads

Fazendo uma análise de vários sites que rodam anúncios de plataformas de Native Ads, você consegue ter uma noção mais clara dos tipos de produtos que são anunciados nessas mesmas plataformas. De várias buscas realizadas, deu para entender quais produtos são mais anunciados e que tendem a gerar melhores resultados para anunciantes e afiliados. Se você fizer algumas pesquisas na internet, vai descobrir também diversos relatos sobre o assunto.

  • Produtos de emagrecimento/suplementos
    Por serem uma das principais áreas de negócio no Brasil e por se tratarem de produtos de massas, os produtos para emagrecer ou suplementos de saúde são um dos principais produtos anunciados em Native Ads.
  • Produtos mobile ou de assinatura
    Anúncios do tipo “Ganhe um iPhone” ou “Baixe filmes gratuitamente” que levam para ofertas de CPA em mobile tendem a ter bons resultados com Native Ads.
  • Produtos relacionados a jogo
    Produtos relacionados a sites de cassino, apostas ou outras formas de jogo online tendem a gerar bons resultados com Native Ads.
  • Produtos financeiros
    Produtos de investimento em ações, mercados financeiros, forex, opções binárias, entre outros, tendem a ter bons resultados também.
  • Produtos de conteúdo adulto ou relacionamentos
    Sites de assinatura, conteúdos mobile para adultos, sites de relacionamentos ou infidelidade, etc. Todos eles são amplamente anunciados em Native Ads.

Obviamente, existirão outros tipos de produtos que poderão converter bem com Native Ads, no entanto, sempre será necessário você testar para entender se seu ROI fecha no positivo ou não. Nem todos os produtos convertem bem neste tipo de plataformas, mas existem muitos que funcionam extremamente bem e produzem excelentes resultados.

Como criar uma campanha de Native Ads?

A primeira coisa a fazer é você seleccionar uma plataforma de Native Ads (ver lista no final) e criar a sua conta. A criação de conta é totalmente gratuita, no entanto, você terá de realizar um depósito inicial para começar a anunciar. Prepare a sua campanha/produto que pretende anunciar e siga os passos indicados logo abaixo. O princípio de anunciar numa plataforma de Native Ads é semelhante a todas as plataformas existentes.

Native Ads - Adicionar Fundos

A primeira coisa a fazer numa plataforma de Native Ads é carregar a sua conta com dinheiro. Neste exemplo da plataforma RevContent, ao abrir a conta de utilizador, basta ir na opção “Payment Methods” para adicionar um meio de pagamento e carregar a conta de anunciante com dinheiro.

Native Ads - Adicionar Cartão de Crédito

No passo seguinte, deverá clicar no botão “Add/Manage Cards” para adicionar um cartão de crédito à sua conta. No caso particular da RevContent, os cartões de crédito precisam passar por um processo de aprovação. Recomenda-se que você entre em contato com a equipe da RevContent a peça a aprovação do cartão. Eles enviarão um formulário que você precisará assinar para que o seu cartão seja aprovado.

Native Ads - Realizar depósito

No passo seguinte, deverá clicar no menu “Add Funds” para adicionar fundos à sua conta. Selecione o meio de pagamento de onde pretende carregar os fundos (é possível ter vários cartões de crédito associados à conta) e o valor total que deseja carregar. Será cobrada uma comissão pela plataforma, que varia conforme o valor que você depositar para investir em anúncios.

Native Ads - Criar campanha

O passo seguinte é criar uma campanha de anúncios. No caso da RevContent essa opção se chama “Campaign Boosts”. Ao clicar no botão verde “Create Campaign Boost”, você inicia o processo de criação de uma campanha de anúncios na rede de Native Ads da RevContent. Em outras plataformas, o nome seria semelhante.

Native Ads - Criar campanha de anúncios

No passo seguinte, temos o formulário de criação de campanha. Todos os campos oferecem a você múltiplas opções de segmentação e ajuste, o que significa que você poderá configurar basicamente tudo o que esteja relacionado à sua campanha, que vamos analisar em seguida.

Native Ads - Configuração de campanha

Os primeiros campos são informações sobre a sua campanha de anúncios. Aqui você poderá selecionar se deseja rodar seus anúncios e realizar uma licitação manual por clique ou por CPM. Recomendo que faça por clique e opte sempre por um valor o mais baixo possível. À medida que a campanha for rodando, você vai ajustando o valor da licitação.

O budget você poderá definir como ilimitado ou budget diário. No caso do budget diário, o valor mínimo são $100 dólares de investimento por dia. É possível também fazer uma otimização automática dos anúncios por engajamento ou por CPA ROI. Nesta última opção, você precisa criar um pixel de conversão na RevContent e ligar ele com a oferta que você estará promovendo. Dessa forma você consegue garantir melhores resultados de conversão no longo prazo.

Native Ads - Segmentação

No passo seguinte, temos a segmentação de audiência. No caso dos assuntos (em inglês Topics), você pode selecionar entre sites e blogs de diversos assuntos, nomeadamente notícias, curiosidades, notícias conservadoras, saúde e fitness, dieta e perda de peso, esportes, celebridades, humor, entre outros. Infelizmente e como falei anteriormente, em Native Ads não é possível segmentar públicos, portanto, segmentar audiências é a única opção.

Native Ads - Configuração de segmentação

No que tange à segmentação de audiência, você pode segmentar por assuntos, países, dispositivos e idioma. É recomendado que você faça esse tipo de segmentação, como forma a impactar a audiência que você procura. No caso da RevContent, eles têm imenso tráfego no Brasil e em Portugal, o que significa que você pode anunciar somente para esses países, pois assim as campanhas serão distribuídas corretamente.

Native Ads - Adicionar conteúdo

No passo seguinte, começamos a criar os anúncios propriamente ditos. O primeiro passo é colocar o URL da sua campanha. Caso seja um afiliado, aqui deverá colocar o seu link de afiliado.

Native Ads - Anúncio

Após, configuramos o anúncio da nossa campanha. No URL você deverá colocar o seu link de afiliado ou o link da sua página de destino do seu produto. No tipo de conteúdo, você poderá escolher os formatos “Artigo”, “Aplicativo” “Mobile” ou “Vídeo”. No título da sua campanha é recomendável que você coloque todas as palavras iniciadas com maiúscula para uma aprovação mais rápida do anúncio. No “Brand Name” você deverá colocar o nome da empresa ou produto, sendo que o mesmo deverá ser idêntico ao que aparece na página.

Por fim, você deverá adicionar uma imagem. Neste último campo é fundamental que a sua imagem seja o mais apelativa possível. Normalmente em Native Ads os anúncios são extremamente bizarros, mas as imagem nunca contêm texto. É fundamental que a imagem desperte ao máximo a atenção do usuário, mas é importante que não contenha texto.

Ao submeter a sua campanha de Native Ads, a mesma será enviada para aprovação. Normalmente as aprovações não demoram mais de 24 horas, sendo que em média demoram apenas algumas horas até começarem a rodar e a gerar resultados ao nível de impressões e cliques.

IMPORTANTE: Um dos maiores segredos de quem anuncia com Native Ads são os anúncios e a quantidade de testes realizados. Existem afiliados que submetem mais de 100 anúncios diferentes para a mesma campanha, testando todas as variações possíveis e imaginárias. É fundamental que você adicione no mínimo de 10 a 20 anúncios de imagem diferentes, com títulos diferentes e depois compare os resultados. Só dessa forma você conseguirá descobrir quais anúncios convertem melhor e pior, desativando os ruins e deixando  rodar aqueles que realmente convertem!

Plataformas de Native Ads

Existem dezenas de diferentes plataformas de Native Ads no mercado. Nem todas terão possivelmente tráfego no Brasil ou em Portugal. Então, é importante que você realize sempre testes de performance para entender quais as plataformas geram melhores resultados para você. Como todas elas são diferentes e têm consigo publishers diferentes, é recomendável testar todas e comparar resultados. Não existem segredos aqui. É preciso testar tudo.

RevContent

RevContent

A RevContent tem tráfego no Brasil e em Portugal e é uma das principais plataformas de Native Ads do mundo, com mais de 250 bilhões de impressões de conteúdo por mês em sua rede. É uma das minhas favoritas também!

MGID

MGID

É uma das principais plataformas do mercado também, com imenso tráfego nos Estados Unidos principalmente. Tem tráfego no Brasil, inclusive.

Outbrain

Outbrain

É uma das principais plataformas de Native Ads no Brasil. Tem tido um crescimento muito grande de anunciantes e publishers no mercado brasileiro.

Taboola

Taboola

A Taboola é a maior plataforma de Native Ads do mundo e a principal a operar no mercado língua portuguesa.

UOL Ads

UOL Ads

A UOL Ads tem uma plataforma de Native Ads própria que tem funcionado muito bem no Brasil e que eu recomendo.

Native Ads

Native Ads

AdNow

AdNow

Outras plataformas de Native Ads:

Preparado para anunciar em Native Ads?

As plataformas de Native Ads são uma oportunidade incrível para anunciantes, mas principalmente para afiliados. Tirar partido do tráfego dessas plataformas seria o mesmo que comprar tráfego em sites e blogs, mas de um jeito bastante mais automatizado e otimizado. Espero que com este artigo você sinta à vontade para experimentar algumas dessas plataformas e começar a anunciar os seus programas de afiliados ou produtos próprios!

Quer aprender mais sobre Native Ads e publicidade? Conheça os meus Cursos Intensivos de Marketing Digital, que poderão ajudá-lo a levar o seu negócio ao próximo nível! ;)

Bons Empreendimentos!


Google Plus



  • OTIMO artigo!

    • Valeu @heltonbezerra:disqus :) Espero que seja útil a você!

  • Excelente artigo. Obrigado Paulo por compartilhar.

  • Ótimo artigo Paulo, mas por favor, me ajude com uma coisa: você disse que RevContent é sua preferida. Fiz um pequeno teste aqui com um produto que eu vendo até bem no FB Ads e não converteu nada no RevContent. Você consegue conversões nessa plataforma?? Tem alguma dica para me dar? Abraço!

    • Obrigado pelo comentário @daniedson:disqus! Eu consigo boas conversões na RevContent sim, mas não em todo o tipo de produtos. Tem produtos que já testei e não funcionaram bem. A minha dica seria testar diferentes produtos para perceber quais geram um volume de vendas considerável e um ROI positivo. Infelizmente não tem grande milagre, senão testar, testar e testar! :)

  • Ricardo Moura

    Parabéns Paulo! Me ajudou bastante, principalmente ao citar os sites que realizam esse tipo de serviço.

    • Obrigado pelo comentário @disqus_WfK490s9Dd:disqus :)

  • Gilmar Souza

    Estou tentando no UOL ads, porém não estou conseguindo conversão, na sua opinião quais nichos no UOL ads convertem mais?

Leia também esse artigo:

Native Ads para Afiliados

Native Ads – O guia completo para afiliados