10 erros comuns no Marketing Digital que você precisa evitar!

Receba minhas atualizações em seu email




Ao longo dos últimos 10 anos trabalhando nesta área, percebi que existem diversos erros comuns no marketing digital que praticamente 90% dos profissionais tendem a cometer. Eu próprio já cometi vários dos erros dos quais irei falar neste artigo, razão pela qual considero importante que você entenda alguns aspectos não tão técnicos dessa área, mas que poderão fazer uma diferença incrível em seu negócio daqui para a frente.

Selecionei apenas 10 erros, mas poderíamos estar falando de 20 ou 30 erros extremamente comuns nessa área. De ano para ano vários equívocos se repetem, muitos profissionais aparecem e desaparecem do mercado e poucos são aqueles que realmente perduram por muitos anos, produzindo um trabalho sério, consistente e autoritário.

Quer você esteja começando na área do marketing digital, quer você seja um profissional intermédio ou expert, existe uma forte probabilidade de você estar cometendo algum desses erros. Na grande maioria das vezes isso acontece porque esta área de negócio tendencialmente irá fazer com que você cometa deslizes, seja através da procrastinação, da tentativa de tocar vários projetos em simultâneo e não acabar nenhum, seja porque você decidiu ensinar aos outros aquilo que ainda não aprendeu a dominar com maestria, seja simplesmente porque o mercado é tão grande e as oportunidades são tantas, que facilmente você cai no erro de sair contratando pessoas para a sua equipe sem pensar nos riscos que está corre.

Nunca me arrependi de nenhum dos erros que cometi. Acredito verdadeiramente que todos os erros que cometemos são uma oportunidade incrível de aprendermos. Não digo isso por dizer, digo de verdade. Quando você acerta e as coisas acabam correndo bem, você dificilmente aprende algo. No entanto, quando você tropeçar, terá provavelmente algumas das mais duras e realistas aprendizagens de sua vida profissional e isso fará toda a diferença na forma como você toca o seu negócio digital.

Erros comuns no marketing digital

O marketing digital, ao contrário de outras indústrias, é na verdade um mercado com oportunidades que vão desde a especialização em anúncios no Facebook, SEO, PPC, Google AdWords, landing pages, analytics, infoprodutos, marketing de afiliados, afiliação profissional, entre outras.

A dimensão dessa área de negócio é tão extensa e apresenta tantas ramificações e desdobramentos, que facilmente você poderá cometer o equívoco de não ser especialista em nada, o que embora possa não prejudicar você diretamente, acabará por fazer com que você cometa erros totalmente desnecessários e que provavelmente poderão colocar, inclusive, sua carreira em perigo.

Leia com atenção cada um dos pontos indicados e perceba intrinsecamente o que cada uma dessas lições pode trazer de positivo para o seu negócio digital. Logicamente, nem todos esses erros serão aplicados a você, mas nas entrelinhas, há valiosas lições que você poderá retirar e aplicar em seus negócios imediatamente.

1. Priorizar e organizar suas tarefas é fundamental

Quem nunca chegou em casa depois de um evento com a adrenalina a mil e saiu registrando domínios atrás de domínios que levante a mão. Eu já fiz isso dezenas de vezes. Hoje, com alguma ponderação, entendi que foco, priorização e planejamento fazem toda a diferença.

É perfeitamente normal você sentir uma necessidade grande de criar vários projetos, em áreas totalmente distintas, produzir conteúdos, gravar vídeos, fazer link building, otimizar seus conteúdos para SEO, fazer anúncios no Facebook, promover ofertas de afiliado, criar seus próprios infoprodutos, etc.

Se você não priorizar e organizar suas tarefas, você não vai fazer nada de relevante.

Erros comuns no Marketing Digital - ProcrastinarPor mais dura que a mensagem seja, a realidade é que todos os dias que você não organiza o seu trabalho, não define prioridades e não completa cada uma dessas tarefas do princípio ao fim, você está um passo mais longe de criar algo relevante para esse mercado.

Poderia dar algumas dezenas de exemplos de sites, blogs, produtos digitais ou páginas de Facebook que se iniciaram com um propósito e não passaram disso mesmo. Blogueiros que escreveram algumas dezenas de artigos e subitamente desapareceram do mapa, infoprodutores que fizeram um lançamento relevante e abriram falência, entre muitos outros.

Amanhã, depois de você ler este artigo, faça uma listagem das tarefas e projetos que você deseja criar. Depois estabeleça uma ordem de prioridade para cada um deles e só comece o projeto seguinte, depois de concluir o primeiro. Isso se aplica tanto a projetos quanto a tarefas do dia a dia, sejam elas criar anúncios no Facebook e Google AdWords, escolher uma campanha de entre vários programas de afiliados, gravar novos vídeos para o seu canal do Youtube ou qualquer outra coisa.

2. Foque-se em algo onde você seja realmente muito bom

Todos nós que trabalhamos com marketing digital queremos ter sucesso. Quando me iniciei nesta área em 2007, sabia muito pouco. Ao longo dos anos, fui me especializando em algumas coisas que se enquadram dentro do nicho de mercado do marketing digital, nomeadamente criação de blogs, SEO, compra de tráfego (dentro e fora do Facebook) e marketing de afiliados.

Em alguns períodos entre 2007 e 2017, pensei em saber um pouco de tudo, inclusive aprender a programar para conseguir construir meus projetos mais rapidamente sem depender de terceiros. Mas com o passar dos anos, entendi que ninguém consegue fazer ou saber tudo. Mais importante que saber fazer é conhecer quem faz e faz bem.

A partir do momento em que me foquei em algo que sabia fazer realmente bem, não só a minha produtividade aumentou, como tive a oportunidade de melhorar as minhas competências em relação a algumas das temáticas que mencionei anteriormente. Deixei de querer ensinar aos outros coisas que eu não dominava e procurei especializar-me de forma a gerar um resultado mais significativo para o meu negócio. Tudo o resto deleguei para outros profissionais, desde freelancers a funcionários, que mais tarde começariam a integrar o meu negócio.

3. Nem tudo o que você lê vai funcionar

Costumo dizer em minhas palestras ou cursos que no marketing a resposta é sempre “depende”. Não existem verdades absolutas no marketing, muito menos no marketing digital. Isto significa que aquilo que eu disser, pode ou não funcionar para o seu negócio. O mesmo se aplica a tudo aquilo que você lê na internet ou assiste no Youtube.

O fato de eu ter criado um projeto de sucesso numa determinada área não significa que você terá o mesmo sucesso se decidir copiar as minhas estratégias. Existe inclusive uma grande chance de você se dar mal, porque, na grande maioria das vezes, quem copia não entende como determinado nicho de mercado funciona e/ou quais as formas mais eficazes de trabalhar nessa área de negócio.

Seja crítico em relação a tudo o que lê ou assiste. Coloque tudo em causa. Dessa forma você criará sua própria opinião a respeito de um determinado assunto.

Quanto mais você se questionar a respeito daquilo que lê, ouve ou assiste, maiores serão as suas chances de sucesso. Por muito que você acredite que existe um método infalível para ter sucesso na internet, infelizmente, isso não existe. Ao invés de você acreditar que determinadas coisas que leu são uma verdade absoluta, vá lá e teste. Se alguém disse para você que não deve impulsionar um post no Facebook, vá lá e teste. Se alguém disse que você não deve promover produtos de comissão alta, vá lá e teste. Nem tudo aquilo que você lê como uma verdade absoluta vai funcionar e nem tudo aquilo que dizem para você não fazer, deve ser entendido desse jeito.

4. Não seja um “empreendedor de palco”

Quem eternizou o termo “empreendedor de palco” foi o meu querido colega Ícaro de Carvalho, com o seu artigo “Por que a indústria do empreendedorismo de palco irá destruir você.“, escrito em fevereiro de 2016 e que se mantém totalmente atual. No marketing digital, este termo pode ser facilmente interpretado como alguém que se apresenta como um empreendedor de sucesso, com um conhecimento incrível, mas que na realidade não tem nenhum negócio real para apresentar.

O meu querido amigo Rafael Rez escreveu esse post que ilustra bem o que é um empreendedor de palco. Evite ser alguém assim. Compartilhar conhecimento só aumenta sua autoridade. Estude mais, foque sua atenção naquilo em que você é realmente muito bom e faça algo de positivo para o mercado. Esqueça a ideia de que ter 300.000 fãs em sua página de Facebook é sinônimo de autoridade. Autoridade se constrói com um trabalho sério e consistente, mas acima de tudo entregando resultados para quem acompanha esse seu trabalho.

Entregar valor para os seus leitores, para os seus alunos ou para os seus clientes não é um upgrade. É o que é suposto, partindo do princípio de que você é um bom profissional. O mundo está cheio de profissionais medíocres, de empresas medíocres e de pensamentos medíocres. Você consegue fazer melhor do que isso com o seu trabalho!

5. Não compre cursos para aprender a fazer cursos

Muitas vezes o mercado digital, especialmente no Brasil, faz-me pensar que estamos na iminência de uma implosão. Ao contrário do que você possa pensar, marketing digital é muito mais do que criar cursos para ensinar outras pessoas a criar cursos. Ou então ensinar outras pessoas a ganhar dinheiro na internet, quando você próprio ainda não o consegue fazer.

Se você está começando e pretende aprender mais sobre marketing digital, faça um curso de marketing digital e não um curso sobre criar curso. Antes de comprar um treinamento, entenda o que esse material tem a oferecer a alguém como você. Entenda quem são os profissionais mais relevantes desse mercado. Leia a estrutura e cronograma dos conteúdos oferecidos. Entenda como um produto desse tipo pode ajudar você a criar o seu negócio na internet ou simplesmente a digitalizar um negócio que você já tenha.

Com um mercado tão extenso e com tanto potencial, você pode realmente fazer a diferença em vários nichos de mercado, utilizando diferentes estratégias, seja através do marketing de conteúdo, dos programas de afiliados, do inbound marketing, da geração de leads, da construção de um canal de vídeos, etc. Existem centenas de diferentes formas de você produzir conteúdos relevantes e construir sua própria audiência e autoridade.

Isso dará a você uma visão muito mais ampla e objetiva. Possivelmente, ajudará você a criar um negócio digital perene e isso terá muito mais valor a longo prazo, tanto para você, quanto para o seu público.

Investimento em publicidade - Marketing Digital

6. Investimento em publicidade é marketing

Se você trabalha para clientes, provavelmente já entendeu que a grande maioria vê investimento em publicidade como uma despesa. Na realidade investimento em publicidade é marketing e esse investimento pode ter vários objetivos e vários resultados distintos, seja branding, brand awareness, conversão, interação, etc.

Não necessariamente um investimento em publicidade tem de gerar um retorno imediato. Ao contrário do que muitas vezes acontece, investir em publicidade é iniciar um processo de reconhecimento e construção de autoridade, especialmente se estivermos falando de um produto ou de uma marca totalmente desconhecidos do público em geral.

Entender a jornada do consumidor é igualmente importante. Se você nunca ouviu falar de um produto, porque razão você veria uma publicidade no Facebook e compraria esse produto de imediato? Se você não está familiarizado com o produto, não conhece a marca e nunca ouviu falar dessa empresa, você não está preparado para comprar, razão pela qual muitas das campanhas que você irá fazer, seja no Facebook, Instagram, Google AdWords ou qualquer outra rede, simplesmente não vão funcionar.

Entender cada momento e cada investimento é fundamental não só para você entender a sua audiência, como principalmente você entender como funciona o marketing digital. Quando você entende o funcionamento de tudo isso, a jornada do consumidor, o funil de marketing e principalmente a forma como o seu “cliente” se comporta, você entenderá que nem todos os investimentos pressupõem um resultado direto e que muitas vezes o resultado indireto é inclusive mais relevante.

7. Estude e trabalhe mais que todos os outros

Pode parecer um cliché, mas é a mais pura das verdades. Desde que criei a minha primeira empresa em 2005 (com apenas 19 anos de idade) que todos os momentos mais relevantes da minha vida profissional ou em que obtive melhores resultados, tinham todos eles uma coisa em comum: eu trabalhei duro.

Quando criei o meu blog Fique-Rico, que mais tarde passei para Escola Dinheiro, no primeiro ano de blog em escrevi mais de 500 artigos. Na grande maioria dos meses, eu não ganhava o suficiente para me sustentar, mas não desisti. Continuei trabalhando mais do que os outros trabalhavam e provavelmente estudei mais do que eles também.

Sempre que você opta por se sentar no sofá, em vez de escrever aquele artigo que tinha idealizado, saiba que alguém do outro lado do país, estará fazendo o que você decidiu não fazer. Todos os casos de sucesso que conheço no marketing digital são fruto de muito estudo e muito trabalho. Se você acha que vai conseguir ter o mesmo sucesso que alguns dos profissionais mais relevantes do mercado, assistindo a um curso ou lendo um artigo, lamento, mas isso não vai acontecer.

Por mais que você já tenha lido que é preciso estudar muito, trabalhar muito e acima de tudo, abdicar de muita coisa para conseguir chegar no topo, você continua acreditando que encontrará um jeito de fazer isso mais rápido e/ou sem esforço.

8. O único número relevante é o resultado

Números, números e mais números. O marketing digital está recheado de métricas, KPIs (indicadores-chave de performance), ROI, CRO e tantas outras siglas. Um dos erros mais comuns em marketing digital é acreditar que todos os números são relevantes e/ou servem para determinar o sucesso das suas ações.

Por mais que você ache que a sua página de Facebook com 500.000 curtidas é um resultado incrível, no final do dia, o que é interessa é o resultado que isso gera para o seu negócio. Pouco interessa se você está conseguindo um alcance orgânico fantástico, se seus cliques estão baratos, se seu número de fãs aumentou, etc. No final do dia, você irá viver e se sustentar com o resultado gerado por todas essas métricas, o que em 99,99% dos casos significa dinheiro.

As métricas são importantes para todos, mas o resultado é a única coisa que interessa no final de contas.

Não se deixe enganar pelos números. Se você está com um alcance orgânico fantástico em sua página de Facebook, mas não consegue canalizar esse tráfego, você não está gerando resultado. Se o seu blog está imenso tráfego orgânico, mas você não consegue gerar leads qualificados, você não está gerando resultado. Se o seu site está na primeira posição do Google, mas ninguém pesquisa por essa palavra-chave, você não está gerando resultado. Se você tem uma taxa de abertura dos seus emails de 60%, mas apenas 1% clica nos links dos seus emails, você não está gerando resultado.

Embora os números nem sempre signifiquem resultado, eles são extremamente relevantes para você entender o que está fazendo bem e o que está fazendo mal. Se você tem tráfego e não gera leads, você precisa entender o que mudar na sua estratégia. Se você envia e-mails, seus leitores abrem, mas não clicam, você precisa mudar sua estratégia. E assim por diante.

9. Faturamento é diferente de receita

Marketing Digital - Faturação é diferente de receitaNo seguimento do erro anterior é importante entender que faturamento é totalmente diferente de receita. São inúmeros os casos de “empreendedores digitais” que faturam 7 dígitos e em apenas 12 meses conseguem falir uma empresa. Se um determinado profissional faturou R$100.000 num mês, isso não significa que ele ganhou cem mil reais. Significa que ele faturou cem mil reais. Qual foi o custo envolvido para conseguir faturar e atingir esse resultado? Se ele gastou R$90.000 em anúncios para faturar R$100.000, é isso que você quer copiar?

O mais importante é sempre o resultado final. Sobre custos operacionais nunca ninguém fala. Entenda isso e você perceberá que faturamento é muito diferente de receita.

10. Trabalhe sua rede de contatos!

Ao contrário do que acontece muito no mercado de marketing digital, relacionar-se com outros profissionais é fundamental para o seu crescimento. Provavelmente você só entenderá isso no dia que decidir lançar um projeto e entender que não tem ninguém para o ajudar com a divulgação.

Quando você decidir lançar o seu próprio produto, seja ele físico ou digital, você perceberá que seus contatos são fundamentais para montar sua estrutura de afiliação. Já para não falar que uma boa rede de contatos permite que você consiga abrir portas outrora totalmente fechadas.

Eventos como o Afiliados Brasil, por exemplo, são fundamentais para você trabalhar a sua rede de contatos. Não é à toa que sempre falamos da importância de fazer networking, de levar seus cartões de visita, de deixar a vergonha em casa, de se relacionar com outras pessoas. A concorrência é extremamente saudável e, na grande maioria das vezes, trabalhará totalmente a seu favor.

Tal como o conhecimento não ocupa lugar, os contatos também nunca são demais. Em marketing digital, uma boa rede de contatos pode fazer toda a diferença no resultado final das suas ações.

Quer aprender mais sobre Marketing Digital? Conheça meu Curso Presencial de Marketing Digital, que poderá ajudá-lo a levar o seu negócio ao próximo nível! ;)

Bons Empreendimentos!


Google Plus



  • Excelente artigo! Com tanto conteúdo e promessas absurdas por aí, precisamos nos focar no que realmente funciona e principalmente manter os pés no chão. Gosto do seu jeito sincero de explicar e deixar claro que tudo precisa de planejamento e trabalho duro.

    • Olá @disqus_MHSgZaqkty:disqus , obrigado pelo comentário! Realmente sem planejamento e trabalho duro é difícil conseguir seja o que for. Nada como uma boa dose de realidade para acordar! :P

  • Márcio

    Se posso ajudar com alguma coisa, é deixar um testemunho de quem já fez essa formação. VALE CADA CENTAVO!
    Rafael Rez era o melhor profissional de marketing digital que conhecia. Após conhecer o trabalho com o Paulo, foi um ‘achado em dose dupla’. Me preparando para colocar em prática os conhecimentos de mediabuying que aprendi na formação. Excelente, ponto fora da curva :)

    • Olá Márcio, obrigado por seu feedback :) Fico contente que tenha curtido nossa formação presencial e que esteja aproveitando para colocar os ensinamentos em prática!

      • Márcio

        Assim que o serviço de script ficar disponível, com certeza :)

  • Murilo Andrade

    “entendi que ninguém consegue fazer ou saber tudo. Mais importante que saber fazer, é conhecer quem faz e faz bem.” Principal ensinamento que tirei dessa leitura.

    Que bom que vc se dedicou tanto. Eu sou muito grato pelo seu trabalho. Desde os cursos, passando por blog e o Afiliados Brasil, que literalmente mudou a minha vida.

    Muito obrigado.

    • Valeu @muriloandrade_13:disqus :) Fico muito contente por ter tido uma influência positiva em sua vida profissional. Espero poder continuar a contribuir positivamente!

  • flávia rodrigues tav

    muito obrigada , penso que a originalidade é bom , veja meu caso quase tive um AVC de tanto pensar ,no https do meu site que não fica todo verde , xinguei até o papa Francisco de palavrão feio , o que eu fiquei feliz foram , muitas dicas e uma das melhores, e que hoje em dia os gurus e médios gurus só querem fazem spam , bom o importante é não se prender no técnico , como sou doida , vou perguntar alguém sabe como deixar a voz bem forte e alta , pois preciso fazer vídeos , mas não tenho voz , de já desculpas pelas besteiras, e quem quiser ver o meu blog feio é só acessar https://ebookutil.com todos serão bem vindos e falando , mais besteira eu acho que a galera que está aqui presente é capaz de formar uma ótima comunidade, então é isto

  • Excelente! Super realista! Obrigado.

  • Ricardo Rojas Sierban

    Muito bom, tenho saudade do Escola Dinheiro,mas este aqui também possui conteúdo de muita qualidade.

    • @ricardorojassierban:disqus estou recomeçando a publicar conteúdos por aqui agora. Em breve você não sentirá mais saudades do Escola Dinheiro :)

  • Excelente artigo Paulo, acompanho você a anos. Aprendi muito hoje,. e vou me esforçar pra aplicar na minha vida.

    • Obrigado @yawsolutions:disqus :) Fico contente por saber que o conteúdo é útil a você. Um abraço!

  • Almiro Baia

    Paulo Faustino, com esse artigo você cerca uma série de verdades que acontecem com os iniciantes no mundo do negócio digital. Gosto da sua didática por ser direta ao ponto, abordando os temas que realmente são comuns a maioria dos que querem obter sucesso, trabalhando com marketing digital.

    • Almoço, agradeço as palavras. Fico contente por meus conteúdos ajudarem outros profissionais de marketing digital :)

  • Mauro Alvarenga

    Excelente artigo.Fez me abrir os olhos para os erros que estava cometendo. Como atirar para todos os lados. Sem foco e persistência.É um conteúdo que vou ler mais uma 10 vezes, pois é muito relevante e pertinente.

    • Obrigado Mauro :) Fico grato pelas palavras e espero que faça bom uso do conteúdo em seus negócios digitais!

  • Rui

    Acompanhei todo o crescimento do Fique Rico e posteriormente do Escola Dinheiro. Bons tempos em que ainda tinha tempo para passar o dia no fórum do MaisTrafego a ver as ideias que por lá passavam (eheh). Fiquei agradavelmente surpreso por ver que o Paulo ainda continua em força!
    Depois de ressuscitar um blog antigo, tenho um novo projecto em mente e os seus artigos serão (novamente) o meu “livro de bolso” :)
    Não sei se terei disponibilidade para a formação de dia 29, mas para uma próxima certamente não faltarei pois será uma preciosa ajuda. Bom trabalho!

    • Olá @rui_pinto:disqus e obrigado pelas palavras! Fico contente que o meu conteúdo o possa ajudar de alguma forma com os seus projectos! :)

Leia também esse artigo:

Programas de Afiliados

Programas de Afiliados – Como ganhar dinheiro com eles?